segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Demônio (Devil, 2010)


M. Night Shyamalan aquele que era considerado por muitos o próximo Alfred Hitchcock, angariou fãs e surpreendeu muita gente com seus fantásticos: O Sexto Sentido e Corpo Fechado, porém foram essas suas únicas obras primas, e mesmo tendo se mantido bem com Sinais e A Vila, foi caindo de qualidade e lançando filmes cada vez piores. Agora como produtor, ele deixa à direção de Drew Dowdle uma bomba prestes a estourar, e lança nos cinemas o fraquíssimo Demônio.
Antes de mais nada a premissa é boa, e o trailer deve levar algumas pessoas ao cinema: Cinco pessoas ficam trancadas dentro de um elevador... E uma delas, é o DEMÔNIO!!! Com essa proposta um tanto quanto ousada, pode se esperar tudo, desde um sucesso do suspense, passando por um filme insípido e banal, ou alguma coisa no mínimo fraca... que é isso o que acontece. Demônio “peca” em todas as suas propostas: filme investigativo, horror sobrenatural, suspense psicológico, terror religioso, violento... em tudo!
Se o roteiro é todo escrito por Brian Nelson ou Shyamalan não sei, mas independente disso, quem quer que o tenha feito, falhou feio. O filme começa com uma mulher caindo de um prédio. O corpo é encontrado longe do local da queda, mas porque fizeram assim eu não sei, se tentaram passar a imagem de uma perícia inteligente digna de Sherlock Holmes, se passaram por ridículos, até porque qualquer veia investigativa se perde nos primeiros 5 minutos, e o corpo em questão acaba sendo esquecido, obliterado e não é mencionado mais nenhuma vez, o detetive encarregado simplesmente o ignora para tratar de outro problema: o elevador.
Aqui que uma série de acontecimentos “bizarros” – não é um “bizarro”, de nossa que coisa sinissstra... - se desenvolve: cinco pessoas aleatórias ficam presas no elevador, e logo uma agressão acontece. Um policial é chamado e fica lá para presenciar todos os assassinatos. Legal? Aff. Assim que a primeira pessoa morre, começa uma corrida contra o tempo para abrir o elevador e tirar de lá os sobreviventes, junto com o suposto assino. Mas logo um dos seguranças começa alertar para a possibilidade de o demônio estar lá dentro pronto para levar a alma delas. Simples assim, sem drama, sem suspense, com uma explicação atroz usando uma panqueca – coitada da lei de Murphy que pagou o pato – o segurança prova para todo mundo que o Satanás está lá pra tocar o puteiro.
O roteiro se despedaça em vários momentos, como por exemplo na hora em que é explicado que o demônio só mata quando alguém querido da vítima está assistindo, isso até justifica a chegada da noiva de um dos prisioneiros do elevador, mas e quanto aos outros? Uma imagem distorcida de uma face na câmera, é pra tentar copiar outros filmes com presença demoníaca, mas falha tão feio que eles resolveram usar apenas uma vez, assim como a cena em que uma das vítimas vê todos os outros no elevador mortos aos seus pés, mas depois se dá conta que foi só uma ilusão e fica só por isso mesmo, vou para por aqui para não comentar a parte em que o Cabrunhão passa a mão na bunda da moça! ¬¬
E agora a pergunta que não quer calar: Porque causa, motivo, razão, ou circunstância, o Lúcifer, Diabo, Belzebu, Cão, Cramulhão, Coisa Ruim, Tinhoso, Tranca Rua, Sete Peles, Ferra Brás, Satanás, Aquele que Caminha Sobre Bebês Mortos, iria perder a porra do seu maldito tempo, se trancando dentro de um elevador com “cinco” perdedores, só para matar todos eles? Porque simplesmente não fez o elevador cair? E o pior de tudo, se você pensa que o Lúcifer, Diabo, Belzebu... ta bom! Iria perder o seu tempo só com pecadores máster, vai se surpreender com os crimes cometidos pelas pessoas do elevador! ¬¬
No mais, o filme não passa medo, não é nojento, nem tão pouco violento! Ahh se você é daqueles que não gosta de levar sustos, não precisa fechar os olhos, O FILME FAZ ISSO PARA VOCÊ!!! ¬¬
   


Direção: Drew Dowdle, John Erick Dowdle
Roteiro: Brian Nelson, M. Night Shyamalan (argumento)
Duração: 80min




2 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk O tédio!
    Putz, lendo a crítica acabei de lembrar do tal suicídio. Irrelevante, claro. rs
    Mesmo diretor de Sexto Sentido, Corpo Fechado, Sinais e A Vila? Antes deveria ter ficado só por assistir esses mesmo. Filme mais tosco que já vi no cinema esse ano, argh! ¬¬'
    Filme chato, dois bambis do meu lado, um roubo de hidrotônico, escadas interditadas... TOTALMENTE traumático!!!

    hahaha

    ResponderExcluir
  2. FIM DOS TEMPOS!!O diabo ta perdendo o ibope mesmo.

    ResponderExcluir