sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Os Perdedores: A Hora do Troco

Ação, esse tem sido um dos temas mais abordados pela Vertigo nos últimos anos. Depois do sucesso arrebatador de 100 Balas, vários títulos de ação passaram a ser explorados, obras como Escalpo, Loveless, e o próprio 100 Balas, abordam histórias complexas e cativantes, porém deixa de lado o teor sobrenatural dos roteiros e aposta em armamentos. Tem sido assim os seus últimos sucessos, e nessa maré rica em títulos, Os Perdedores se destaca de bastante agradável.
Os Perdedores, escrita por Andy Diggle e desenhada por Jock, é uma excelente obra de ação inteligente, onde se destacam além dos tiroteios, o roteiro intrigante e cheio de reviravoltas. Os Perdedores, é uma obra cinematográfica, e lê-la é um prazer comparado a assistir um bom filme de ação, tudo está lá: uma introdução com bastante apelo visual – um grupo de soldados assaltando um helicóptero, dá início a história – seguida da apresentação dos personagens, passando por excelentes cenas, reviravoltas e um desfecho que deixa gancho para uma possível continuação, exatamente como um ótimo roteiro ilustrado.
Um helicóptero com agentes da CIA explode numa missão, e os tripulantes são dados como mortos... mas sobrevivem. À espreita, acabam descobrindo que tudo não passou de uma armação da própria CIA, e agora eles vão com tudo para cima, eles não ter nada a perder, pois são Os Perdedores. Uma equipe de super agentes, que vão atrás de quem os traiu, e acabam descobrindo muitos podres, em meio a corrupção e espionagem.
Ao contrário do que pode parecer, não se trata de uma história clichê, o enredo é altamente competente, com bastante desenvoltura, Andy Diggle mostra uma equipe de agentes, planejando um grande golpe contra a CIA. Como cada um desempenha uma função específica, se prepare para cenas de assalto, recheadas de ação sem limites, fugas mirabolantes, e desfechos improváveis. Ressaltando que assim como assistir um bom filme, Os Perdedores te deixa sem fôlego da primeira a última página, motivo esse que conquistou Hollywood. As ilustrações de Jock são extraordinárias, e contribuem para o tom cinematográfico da obra, ângulos panorâmicos, cenas violentas, servem para dar vida ao excelente roteiro de Diggle. Altamente recomendada!
Só para complementar: Indo na contramão o filme Os Perdedores é uma adaptação capenga, tirando toda a excelência da série, e se tornando um filme clichê. Efeitos mal produzidos, cenas novas desnecessárias, sem falar num humor exagerado que foge completamente do âmbito da HQ. Se em quadrinhos Os Perdedores é uma experiência interessante e inovadora, nos cinemas num passa de mais um filme de ação, que nem deve estrear perto de você!
      

Roteirista: Andy Diggle
Arte: Jock



Nenhum comentário:

Postar um comentário