quinta-feira, 29 de julho de 2010

A Liga Extraordinária



A literatura do século XIX é um universo muito rico em aventuras e personagens memoráveis. Muita gente, perdeu a oportunidade de ler muitos desses clássicos – que se deve muito ao fato de as escolas e educadores, na falta de uma visão mais ampla, transformar a leitura em algo obrigatório e desconfortável, à opção cultivar a leitura nos alunos com livros mais agradáveis – e mesmo assim, quem nunca ouviu falar de Sherlock Holmes ou Drácula? Escritores entraram para a história com personagens e tramas que foram imortalizadas nas épocas vindouras. Alan Moore, um dos maiores gênios dos quadrinhos, faz uma homenagem fantástica a literatura clássica, apostando em uma idéia original e revolucionária, escrever uma história em quadrinhos mesclando todo aquele universo.
Nautilos
Ambientada na Era Vitoriana, Alan Moore cria uma história sustentada nos pináculos da ficção científica da era do vapor, um steampunk extraído das colunas dorsais de Wells e Verne. Mina Harker, Alan Quartermain, Dr. Henry Jekyll / Mr. Edward Hyde, Hawley Griffin, fazem parte de uma equipe, que a bordo do Nautilos comandado pelo próprio Capitão Nemo, têm como missão proteger o Império. Eles são informados que a cavorita – metal que anula as leis da gravidade – foi roubada, e caiu em mãos erradas, com receio de que uma máquina de guerra voadora seja criada eles partem para impedir os possíveis inimigos.
A trama é típica de um filme de aventura, e é bastante empolgante, mas o grande trunfo da história, é achar as referências à literatura. Todos os personagens principais são oriundos de algum livro – abaixo eu listo quais –, e outros tantos aparecem como plano de fundo, seja o retrato de Dorian Gray em um dos escritórios, ou a repercussão da recente morte de Sherlock Holmes, o cenário é todo centrado nas história de Julio Verne e H. G. Wells.
Moore, cria uma brincadeira, cheia de Easter Eggs literários, é agrada a todos os leitores, sejam de HQ ou dos livros. A Liga Extraordinária, virou filme que embora não tenha agrado os fãs, não deixa de ser uma excelente diversão.

Personagens:

Allan Quartemain
Edward Hyde
Esse explorador inglês e herói colonialista é protagonista dos romances As Minas do Rei Salomão e Allan Quartemain, do escritor britânico Henry Rider Haggard (1856-1925). Os livros narram as expedições e aventuras de Quartemain no continente africano

Mina Harker

Em A Liga Extraordinária ela é Mina Harker,personagem do romance Drácula, do escritor irlandês Bram Stoker (1847-1912). No livro, Mina é perseguida pelo famoso vampiro, que acredita ser ela a reencarnação de sua antiga amada

Dr. Henry Jekyll e Mr. Edward Hyde

No livro O Médico e o Monstro, do escocês Robert Louis Stevenson (1850-1894), Dr. Jekyll se transforma no horripilante Mr. Hyde, após uma experiência malsucedida. Quando volta a si, ele tenta descobrir um antídoto para se livrar da maldição dessa dupla personalidade.




Capitão Nemo
Lendário comandante do submarino Nautilus, criado pelo escritor francês Júlio Verne (1828-1905) no livro Vinte Mil Léguas Submarinas, um clássico da ficção científica. Na obra de Verne, o Capitão Nemo viaja pelas profundezas do oceano e não hesita em afundar navios de guerra 

  


Roteiro: Alan Moore
Arte: Kevin O’Neill

Nenhum comentário:

Postar um comentário